Arcebispo que se recusou dar entrevista após perceber que o repórter era Homossexual pede desculpas em nota oficial

O arcebispo metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, pediu desculpas após recusar dar entrevista a um jovem durante a festa de Nossa Senhora da Piedade, na última segunda-feira (01/02). O momento gravado viralizou nas redes sociais e o arcebispo fol acusado de LGBTQI+fobia.
Após apresentar o arcebispo, o repórter perguntou qual era a sensação de participar da celebração "Não tô gostando dessa entrevista, não. To achando que estão me usando para me ridicularizar", respondeu Dom Jaime.

O jovem perguntou, então, de que maneira o arcebispo gostaria de ser tratado, mas Dom Jaime continuou negando a entrevista. "Muito obrigado. Muito bom. Tá bom, viu? Muito obrigado", disse o arcebispo enquanto la embora. Assim, o repórter pediu para tirar o microfone da lapela que estava na roupa de Dom Jaime.

Uma terceira pessoa apareceu para tentar convencer o arcebispo a continuar com a entrevista e passar uma mensagem para os fiéis. "O senhor quer fazer sozinho?", perguntou o repórter

"Só Sozinho. A gente vive num mundo muito complexo", respondeu Dom Jaime.

Em nota oficial, o arcebispo contou que entrou em contato, por telefone, com o repórter para se desculpar, "Em virtude de polêmica suscitada em redes sociais, venho através desta, como já fiz pessoalmente por telefone, pedir desculpas se posso ter causado algum inconveniente aos irmãos dessa amada paróquia no âmbito das relações interpessoais", escreveu. Além disso, o Dom Jaime agradeceu os membros da Pastoral da Comunicação.
"Em virtude de polêmica suscitada em redes sociais, venho através desta, como já fiz pessoalmente por telefone, pedir desculpas se posso ter causado algum inconveniente aos irmãos dessa amada paróquia no âmbito das relações interpessoais, na noite desta segun da-feira, 01 de fevereiro, após a ultima novena da Festa de Nossa Senhora da Piedade. Quem me conhece sabe que não é do meu caráter e se afasta dos ensinamentos cristãos, que há 46 anos tenho por missão difundir e levar a quantos queiram ouvir, causar qualquer tipo de constrangimento ou desqualificar quem quer que seja.

Ao agente Ricardo Sérgio e demais membros daquela equipe da Pascom, meu pelo importante trabalho que desempenham, bem como todas as equipes de Pastoral da Comunicação em nossas paróquias, especialmente, durante este período da pandemia, proporcionando que os fiéis possam participar das missas e demais celebrações, mesmo de forma virtual. Que Deus os recompense pelo zelo missionário e evangelizador, por meio da comunicação Deus os favoreca".

Fonte o estado de Minas