Governo da Turquia Proíbe netflix de Gravar série por ter personagem Gay

 

A gigante do streaming Netflix cancelou a produção de uma série na Turquia com um personagem gay depois de não conseguir a aprovação do governo para as filmagens, disse o roteirista da série na terça-feira. O roteirista, Ece Yenec, confirmou à AFP que a série If Only havia sido cancelada. "Por apresentar um personagem gay, a permissão para filmar a série não foi concedida e é muito assustadora para o futuro",disse a Sra. Improperec à revista de notícias culturais Altyazi Fasikul no domingo.


De acordo com Altyazi Fasikul, a Netflix se recusou a atender ao pedido do Conselho Superior Audiovisual turco (RT-K) para remover o personagem homossexual do roteiro, optando por cancelar o projeto em vez de aceitar censura. Contatada pela AFP na terça-feira, a Netflix não confirmou nem negou tentativas de censurar a série cancelada. "Continuamos profundamente comprometidos com nossos assinantes e com a comunidade criativa na Turquia",disse a plataforma de streaming em um comunicado.

A controvérsia vem em um momento em que autoridades e mídia próximas ao governo turco estão fazendo repetidas observações anti-LGBT. Em abril, o chefe da Diretoria de Assuntos Religiosos, Ali Erbas, ligou a homossexualidade à doença. E a marca esportiva francesa Decathlon enfrentou pedidos de boicote na Turquia em junho por postar mensagens de apoio às pessoas LGBT.

Um projeto de lei para aumentar o controle das redes sociais foi apresentado ao Parlamento turco na terça-feira. Segundo observadores, a futura lei também poderia permitir que o governo limitasse a visibilidade dos ativistas LGBT online.

A Turquia é um dos poucos países muçulmanos onde a homossexualidade não é reprimida pela lei. Por outro lado, homofobia e transfobia são generalizadas e associações LGBT relatam regularmente agressão e discriminação. A Marcha do Orgulho de Istambul, que já reuniu milhares de pessoas, também foi proibida por vários anos.

Fonte: LeFigaro