Travesti sofre tentativa de homicídio durante corrida de aplicativo

Uma travesti sofreu uma tentativa de homicídio durante uma corrida solicitada em um aplicativo de transporte particular, no Bairro Maraponga, em Fortaleza. O motorista, que não era alvo dos criminosos, também foi atingido. O caso aconteceu na noite da última terça-feira (15), na avenida Godofredo Maciel.
A identidade das vítimas não foi revelada, mas foi informado que o motorista de aplicativo tem 31 anos. À polícia, a travesti revelou que recebia ameaças de morte recentemente. Ela estava no banco de trás do carro. O G1 aguarda mais informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) do Ceará sobre o caso.

O estado de saúde da travesti é estável, apesar de ela ter sido atingida com um tiro na região do olho. Já a situação do motorista, que foi lesionado com um disparo nas costas, não foi revelada. Após a ação, os criminosos fugiram. Ainda não há informações sobre a quantidade de suspeitos ou se eles utilizavam algum veículo durante a tentativa de homicídio.
Ambas as vítimas foram socorridas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro Itaperi, em Fortaleza, e depois encaminhadas para outra unidade hospitalar para atendimento médico mais especializado.

Fonte G1