Casal gay é preso após clonar cartões e aplicar golpes em hotéis de Luxo no Rio

A Polícia Civil do Rio investiga um grupo de criminosos que, usando cartões clonados, desfrutam da estadia de hotéis cinco estrelas na cidade. Um casal gay foi preso acusado de aplicar o golpe em pelo menos dois estabelecimentos de alto luxo em Copacabana, na Zona Sul, e em Santa Teresa, na Região Central.

De acordo com as investigações da 13a DP (Ipanema), Jhony de Souza Oliveira, de 35 anos, e Aaron Salles Fernandes Silva Torres, de 37, passaram o Reveillon hospedados em um hotel em Copacabana e prorrogaram a estadia até dia 12 de janeiro.

Eles estavam em um quarto equipado com banheira de hidromassagem com diárias em torno de R$ 1.500 e pagaram a conta com diversos cartões clonados. Meses depois, o hotel foi notificado da fraude e comunicou o fato a delegacia.

Na última semana, novamente o casal fez uma reserva em um estabelecimento da rede, dessa vez em Santa Teresa. Ao efetuar o check-in, no valor de aproximadamente R$ 6 mil, foram presos em flagrante. Os policiais constataram que a dupla montava cartões digitais com dados de terceiros e pagava as tarifas pela internet.

Segundo a delegada Natacha Oliveira, responsável pelo inquérito, Aaron e Jhony irão responder por estelionato e organização criminosa. Em depoimento, eles negaram que tenham praticado golpes. Outros membros da quadrilha continuam sendo investigados.

Fonte EPOCA