Gay e morto no México por grupo de mecânicos homofóbicos que estavam na rua

Victor Hugo um homem de 30 anos foi assassinado a tiros por ser gay em Tehuacán, Puebla, no México, por sujeitos que trabalham em um workshop de mecânica, a  notícia e do orgulho LGBT tive.
Um grupo de mecânicos de um workshop atacam Victor Hugo até tirar a vida dele. Os fatos aconteceram em Tehuacán, Puebla no México, onde um grupo de homens que são trabalhadores mecânicos da mesma rua , se incomodaram com Victor Hugo de 32 anos que passava pela rua. Esses homens começaram a insultá-lo, Victor seguiu seu caminho e ignoro eles. Mas seus agressores que estavam reunidos nessa oficina tomando bebidas alcoólicas começaram a segui-lo.
 Quando Victor percebe que estavam perseguindo ele tenta afastar-se o mais longe possível para se abrigar e ter segurança.
Um deles portava uma arma de fogo e atirou em uma das  pernas de Vitor Hugo, que o fez cair no chão. Estando no chão, foi interceptado e atirado na cabeça dele.
 Vizinhos do local chamaram a ambulância mas demorou muito tempo a chegar, portanto foi transferido num veículo particular para o hospital sagrado coração de Jesus em Tehuacán mas sem dar razão foi negado a sua atenção eo transferiram para a Cruz Vermelha onde Ele chegou vivo mas com morte cerebral, onde perdeu a vida. Dos seus agressores não se sabe nada e as autoridades correspondentes não fizeram nenhuma declaração perante o assassinato de homofobia contra Victor Hugo.
Por essa razão estamos aqui dando voz a está informações para que ela não seja esquecida no tempo como tantas outras.