Polícia de Georgia Prende gays no Grindr sobre desculpa de uso de Drogas e Prostituição " é um retrocesso" ressalta

O Gabinete do Dawson County Sheriff realizou uma operação de 2 de março a 4, de acordo com a Q Project .
Mas, depois que as prisões foram feitas, os nomes, as fotos de cueca e, em alguns casos, os empregadores, dos nove homens, foram impressos em um jornal local de Dawsonville.
Acusações e crimes de contravenções foram anexados na ficha dos homens, muitas relacionadas ao uso de drogas e à prostituição, pois parece que os policiais vasculharam aplicativos de namoro para fazer as prisões.
Policiais disfarçados conversaram com pelo menos um dos homens, que são abertamente gay, através de Grindr.
Mas o homem, sob condição de anonimato, revelou à publicação do jornal que a troca que ele teve sobre o aplicativo com o oficial contradiz oque conta a polícia.
Segundo as autoridades, o procurador Dereck Johnson - sob o nome de usuário "Charlie [procurando] 420") iniciou a conversa e se ofereceu para hospedar-se no Dawsonville Quality Inn and Suites.
Quando o homem mencionou que ele tinha maconha, Johnson perguntou: "Você compartilha?" e se ofereceu para fornecer papéis de rolamento.
"Eu quero ficar chapado e foder", Johnson disse.
O suspeito que respondeu: "Nada de errado nisso", foi acusado de negligência, posse de maconha (menos de 30 gramas) e tentativa criminal.
Os ativistas classificaram a operação de "falha cataclísmica", prejudicando as prisões. Reforsando que a aplicação da lei visava pessoas de cruzeiro estranhos em meados do século XX.
Gregory Nevins, advogado do grupo de advocacia LGBT, Lambda Legal, disse: “Parece-me, essas são as prioridades de uma era diferente que apenas perdeu nos últimos 20 anos.


“O que está acontecendo no condado de Dawson é ir contra a corrente. Onde a linha de base de proteção e serviço realmente entra nisso?
“Onde está o problema por prender pessoas que não estão fazendo nada prejudicial, e cuidar de situações em que estão ocorrendo danos reais?"
"É uma falha cataclísmica."
Fonte Pinknews