Adolescente de 14 e agredido na saída de loja do MCDONALD'S por ser gay

Um garoto de 15 anos foi agredido por uma gangue de adolescentes encapuzados do lado de fora de uma loja do McDonald's no sábado à noite, no que a polícia está tratando como um crime de ódio "homofóbico".
No restaurante de fast food de Liverpool, na Inglaterra, os adolescentes aglomeravam-se na rua onde estavam a vítima e seus amigos.
Após o ataque, o garoto foi levado às pressas para o hospital e tratado por seus ferimentos, informou o Liverpool Echo .
Nas instalações de um McDonald's ao longo da Huyton Hey Road, no bairro de Huyton Village, o garoto foi agredido por um grupo de adolescentes um pouco mais velhos do que ele, diz a polícia.

Foto chamada de vídeo

Por volta das 21h, os adolescentes lançaram um ataque que viu uma garrafa de refrigerante sendo atirada contra o garoto, atingindo-o na cabeça.
Testemunhas explicaram que a equipe de segurança estacionada em um supermercado local interveio para impedir que o surto aumentasse ainda mais.
Os investigadores estão enviando imagens de vigilância para identificar os agressores, enquanto os entes queridos do garoto estão “em pedaços”, com a criança “em mau estado”.
Embora nenhuma testemunha tenha notado insultos contra gays, os detetives declararam que estão tratando o ataque como um crime de ódio homofóbico.
A polícia apela a testemunhas após um crime de ódio "homofóbico" contra um adolescente de 15 anos de idade. 
Em uma declaração emitida ontem ao ECHO , o inspetor-chefe Craig Sumner, da polícia de Merseyside, disse: “Incidentes como esse não serão tolerados e eu gostaria de apelar para qualquer pessoa que estivesse na área em torno da estrada Huyton Hey na noite de sábado e viu alguma coisa para entrar em contato conosco.