Justiça determina que Ancine retome edital suspenso de séries com conteúdo LGBT

Cena da série Afronte, uma das produções participantes do editalAtravés de uma liminar, a Justiça Federal derrubou hoje (7) a portaria do ministro Osmar Terra que suspendia o edital para que produções com conteúdo LGBT fossem veiculadas em televisões públicas.

Assim, a Ancine terá que retomar o edital anteriormente suspendo e voltar a concluir a seleção das obras. De acordo com O Globo, a decisão é parte de uma ação civil movida pelo Ministério Público Federal, o qual avaliou que houve certa ''discriminação'' do governo a respeito do edital.
Em agosto, o ministro Osmar Terra suspendeu o edital após críticas do presidente Jair Bolsonaro a projetos de cunho LGBT da Ancine.

Além de obras com a temática LGBT, ao menos outras doze categorias de produções audiovisuais também faziam parte do edital, ao variar de temas como diversidade de gênero, sexualidade, meio ambiente, raça e religião, entre outros.
Entre os projetos presentes no edital constam Afronte, Transversais, O Sexo Reverso e Religare Queer, obras que seriam financiadas pelo Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), fundo regulado e gerido pela Ancine.

Fonte:G1-Exitoina

Nenhum comentário