Ativista do movimento LGBT é morto a facadas em Parauapebas

Um ativista do movimento LGBTQI+ foi morto a golpes de faca em Parauapebas, no sudeste do estado. O crime ocorreu na madrugada desta quarta-feira (24). 

O cabeleireiro Ari Ribeiro da Silva, segundo testemunhas, foi visto em um bar acompanhado de um rapaz. A dupla teria saído do local em direção ao salão de beleza da vítima. 

O corpo foi encontrado nesta manhã, após uma vizinha estranhar o fato do salão ainda não estar aberto, sendo que Ari costumava começar o trabalho cedo.
A Polícia Civil informou que um suspeito do
crime foi preso.

Fonte:G1

Nenhum comentário