Homem do Mississippi atacado "porque ele era diferente"




A mandíbula de um homem do Mississippi foi quebrada em dois lugares durante uma surra brutal porque seus atacantes pensaram que ele era gay, de acordo com sua família.
A mandíbula de Trevor Gray foi fechada após o terrível ataque em Waynesboro, Mississippi, em 12 de abril.
De acordo com o Clarion-Ledger , Gray conheceu os supostos atacantes Landon McCaa e Toman Sion Brown em um bar local.
Homem do Mississippi atacado "porque ele era diferente"
Gray fazia parte de um grupo que continuou a beber na casa de McCaa quando o bar fechou, mas alguns dos homens se voltaram para Gray e decidiram atacá-lo.
Um vídeo do ataque filmado em um celular foi circulado nas mídias sociais, mostrando o que parece ser McCaa repetidamente dando um soco em Gray.
O irmão da vítima, Cruz Grey, alegou que o ataque foi motivado pela sexualidade, observando que Brown o chamava de "queer" durante o espancamento.
Ele disse ao jornal: “Este foi um ato de crueldade sem motivo, porque ele era diferente.

acusação de crime de ódio federal.Um doador disse: “Não é apenas um ato tão covarde, eu tenho um filho que é gay e estou doando para mostrar meu amor incondicional e apoio a ele, assim como a Trevor. 
Deus mantém todos os Seus filhos em seu amor ”.
Outro acrescentou: “Você não merecia isso, e há pessoas que talvez você nunca conheça e que o amem e estejam orando por sua saúde física e emocional depois desse terrível ataque.Eu sou uma dessas pessoas. Em uma declaração ao jornal, Trevor Gray disse: “Desde que me lembro, minha família me ensinou a ver o melhor nos outros.“Minha paz nesta situação vem disso.Então, para aqueles que estão se perguntando, eu não estou zangado ou vingativo;Eu não estou triste.Eu sou otimista.Os eventos daquela noite são pequenos quando comparados com a incrível quantidade de amor e apoio que as pessoas me mostraram. “Minha boca ficará presa nas próximas semanas, então se você me ver e eu não sorrir, saiba que estou sorrindo por dentro. Mais importante ainda, acredite no bem, dê um abraço em alguém e mantenha-se positivo ”.
Reportagem : pinknews

Nenhum comentário