Homofobia: Rapper e Ativista LGBT Kevin Fret é morto a tiros em Porto Rico

Resultado de imagem para Kevin Fret












O rapper e ativista LGBT Kevin Fret foi morto a tiros, em Porto Rico. O cantor tinha 24 anos.

Fret, que se descrevia como primeiro artista abertamente gay da música trap (um rap com sintetizadores e arranjos mais sombrios) latina, foi morto em San Juan, na noite desta quinta-feira 
(10), segundo a polícia local.
O artista estava andando de moto na rua quando foi atingido por oito tiros na cabeça e 
no quadril, segundo a BBC. Conforme a publicação, a morte de Fret elevou para o número de assassinatos em Porto Rico este ano para 22.
Eduardo Rodriguez, empresário de Fret, falou sobre a morte do artista: “Sem palavras para
 descrever nosso sentimento e a dor que nos foi causada por saber que uma pessoa com tantos sonhos se foi. 
Devemos nos unir nesses tempos difíceis e e pedir por mais pedir por mais paz em nosso amado
 Porto Rico”.

Nenhum comentário