Clipe de Nego do Borel é criticado por comunidade LGBT

Nego do Borel dividiu opiniões nas redes sociais, após lançar o clipe “Me Solta”, na última segunda-feira, 9, em que aparece usando roupas femininas e beijando um ator com quem dançava.
Resultado de imagem para nego do borelO cantor foi questionado pela comunidade LGBT sobre representatividade, misoginia e valorização de estereótipos depois que Matheus Carrilho, cantor assumidamente homossexual, defendeu a iniciativa do funkeiro, e depois das reações, se manifestou: “Não distorçam as coisas […]”.



olha brito por mim poderia sair os dois nego do borel e mateus carrilho, ambos são um desserviço a comunidade LGBTQ+


Em seguida, alguns posts de Nego do Borel ao lado do deputado federal Jair Bolsonaro viralizaram nas redes, causando ainda mais revolta em que não havia aprovado o teor do clipe.
O publicitário e youtuber Spartakus Santiago compartilhou um texto dizendo que Nego usou a personagem homossexual para fazer “piada”:
“A bicha preta afeminada sempre foi motivo de piada. Se vestir de bicha preta e fazer mais piada ainda não é representatividade e nem empoderamento. Empoderamento é colocar quem sempre foi silenciado numa situação de poder. De respeito. Empoderamento é ver Liniker e Linn da Quebrada fazendo turnê pela Europa. Não é ver hétero apoiador de candidato homofóbico se fantasiando de bicha preta pra lucrar com pink money. Isso só empodera seu direito de rir da gente […]”.
Dado Dolabella fez piada com a personagem interpretada por Nego do Borel: “Solta a Nega, p*”. O modelo que é beijado por Nego também comentou a cena positivamente, dizendo que o beijo é uma “quebra de paradigmas”.
“Me Solta” foi gravado em junho de 2018, no Morro do Borel, onde o artista nasceu e foi criado, e já tem mais de 3 milhões de visualizações.
De acordo com o jornal “O Globo”, a assessoria de imprensa do artista disse que ele vai comentar, em breve, sobre a repercussão do clipe.
Carregando ...